Esta opção irá voltar ao original a home e restaurar todos os widgets e categorias fechados.

Reset

Depoimento do portador de diabetes, Fernando Araújo

Olá Cláudio Gouveia, gostei muito do seu depoimento e das suas mensagens a todos que escrevem no blog. O blog é muito bem feito, com temas muito interessantes e uteis e pesquisas relacionadas a cura, o que temos mais interesse em saber. Você parece ser uma pessoa muito legal, amigo e ter uma postura super correta. Assim como você, quando descobriu que estava com diabetes, tive os mesmo sintomas, fome em excesso, muito apetite, até água era gostoso, refrigerante, tinha muita sede, urinava muito, poucas vezes vi formigas no vaso e tive muita perda de peso, 10 Kg. Eu fiquei descompensado, sentia caimbras ao acordar e fraquezas e um dia passei mal no trabalho e internei, aí descobriram. Apesar de eu não saber quase nada sobre a diabetes na época, os meus sintomas se camuflaram com um desvio de septo nasal e rinite que tinha, inclusive operei com diabetes descompensado sem saber, porque o médico não pediu glicemia no risco cirurgico, e ocorreu tudo bem Graças a Deus. Eu achava que o emagrecimento era devido a dificuldade de alimentar com o nariz tapado. E por estar trabalhando e estudando muito, por isso não procurei um médico antes. Pois bem, saí do hospital tomando insulina e tentando cumprir aquela rotina diária de quem é diabetico, que você sabe como é difícil. A doença influência cada um (indivíduo) de um jeito, depende muito de como você levava a vida antes, estilo de vida, planos, e do seu estado psicologico, sua bagagem propriamente dita, se você carrega mais alegrias ou tristezas consigo. Para mim a diabetes foi uma decepção grande, como se tudo tivesse dado errado na vida. Como se diz o persongem Riobaldo de Grande Sertão Veredas. “Nessa vida de cabeça pra baixo ninguém pode medir suas colheitas.”
O mais difícil na diabetes é a alimentação com as restrições e quantidades alimentares, porque comer é um dos maiores prazeres da vida e um vício, que tem haver com o nosso estado psicologico e também emocional. É comum a Diabetes se associar a depressão, por que exige muito controle da alimentação. Se fosse só tomar os remédios e pronto, ela seria como uma doença qualquer e a gente até esquecia, mas se não seguirmos o controle alimentar vem os sintomas e complicações. Por isso, ainda acho essa doença é muito mautratada pela medicina, que apesar de pesquisar, pesquisar, ainda não descobriu uma insulina inteligente como a produzida no pâncreas e uma forma de não precisar mais fazer dieta para controle da glicemia. Quando isso acontecer, considero como uma cura e aí sim haverá a possibilidade de se ter uma vida normal.

 

Bom, quero agradecer ao Fernando em nome do Blog Sou Diabético por estas palavras acima, não é todo portador de diabetes que gosta de falar sobre a doença, e pra quem não sabe é muito importante a troca de informações, as experiências individuais de cada um, só ajuda a pessoas que tem a doença e se encontra numa fase difícil achando que só ela está passando por aquela dificuldade. Se todos pudessem dar o seu depoimento, seria de grande importância para toda a comunidade de pessoas com diabetes, desabafar também é ajudar!

Grande abraço, Cláudio Gouveia.

Deixe o seu comentário!

Powered by Facebook Comments