Esta opção irá voltar ao original a home e restaurar todos os widgets e categorias fechados.

Reset

Hipoglicemia

Hipoglicemia é o termo médico que refere-se ao estado patológico produzido pela quantidade de açúcar (glicose) no sangue menor que a normal. A hipoglicemia pode ocasionar uma variedade de sintomas e efeitos, mas os principais problemas surgem de um suprimento inadequado de glicose como combustível para o cérebro resultando em seu funcionamento prejudicado (neuroglicemia). Problemas de funcionamento do cérebro podem variar desde vago “sentir-se mal” até coma, e (raramente) dano cerebral permanente ou morte. Hipoglicemia pode surgir de várias causas e ocorrer em qualquer idade. As formas mais comuns de hipoglicemia severa e moderada ocorrem como complicação de tratamento para diabetes mellitus com insulina e medicamentos orais.

Endocrinologistas geralmente consideram os seguintes critérios para comprovar se os sintomas do indivíduo podem ser atribuídos à hipoglicemia:

  1. Sintomas conhecidos como sendo causados por hipoglicemia.
  2. Baixo nível de glicose no momento que os sintomas ocorrem.
  3. Reversão ou melhora dos sintomas quando o nível de glicose volta ao normal.

Porém, nem todos aceitam esse critério sugerido de diagnóstico, e até o nível de glicose baixo o suficiente para definir hipoglicemia tem sido fonte de controvérsia. Para muito propósitos, níveis de glicose no plasma abaixo de 70 mg/dl ou 3,9 mmol/L podem ser considerados hipoglicêmicos. Embora 70 mg/dl (3,9 mmol/l) seja comumente citado como o limite mínimo de glicose normal, valores diferentes podem ser definidos como baixos o suficiente para diferentes populações, propósitos ou circunstâncias. O nível preciso de glicose considerado baixo o suficiente para definir hipoglicemia depende de: (1) método de medição, (2) idade da pessoas, (3) presença ou falta de sintomas, e (4) o propósito da definição.

Deixe o seu comentário!

Powered by Facebook Comments